Voluntários que ofereciam abraços a candidatos do Enem no RJ mudam de estratégia na epidemia e agora distribuem incentivos

Com cartazes, evangélicos desejavam sorte aos estudantes na porta de universidade da Baixada Fluminense neste domingo (24), segundo dia de provas.

Voluntários da Igreja Missionária Evangélica Maranata 25 de Agosto, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, tinham uma rotina de apoio a candidatos do Enem na porta da Unigranrio — um dos maiores locais de prova da cidade

Nesta edição do Exame Nacional do Ensino Médio, no meio da pandemia da Covid-19, a estratégia mudou: cartazes com orações e palavras de incentivo.

“A importância é incentivar e trazer mensagens positivas e de autoestima. Muita gente não teve condições de se preparar. Nossa intenção é mostrar que não estão sozinhos, tem gente junto, torcendo e orando”, contou a fisioterapeuta Patricia Sousa, que participa da iniciativa há três anos.

Após a abertura dos portões, as reações dos estudantes são diversas: alguns passam direto, outros sorriem de volta e agradecem o “boa prova”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *